Um Remédio Chamado Leitura

No próximo sábado (23), acontecem as atividades do projeto Um Remédio Chamado Leitura. É um projeto de extensão realizado por estudantes de Enfermagem das universidades CESED/FACISA pelo Ponto De Leitura Paulo Freire da Fundação Pedro Américo, supervisionado pelas professoras Daiane Queiroz e Fabiana Paulino. O mesmo, propõe atividades de entretenimento, com a realização de leituras, músicas, e interações entre os pacientes de hemodiálise em hospitais da cidade de Campina Grande-PB.

A tarde desta quarta (19) foi dedicada aos preparativos para a execução do projeto, uma reunião com os participantes para discussão de novas propostas e decisão do que será realizado, além da produção do material a ser utilizado na intervenção do sábado.

Um Remédio Chamado Leitura: A Biblioterapia Como Proposta Terapêutica Para Pacientes Em Instituição Hospitalares é premiado pelo MINISTÉRIO DA CULTURA Fundação BIBLIOTECA NACIONAL, com o Prêmio de Apoio às Bibliotecas Comunitárias e Ponto de Leitura – 2013.

Atualmente o projeto acontece ao sábados no setor de hemodiálise do Hospital Dr. Edigley, localizado no bairro do José Pinheiro nesta cidade.